segunda-feira, 1 de março de 2010

Valdir Bícego - O Profeta da Decadá da Colheita

Em fevereiro de 2010, foi realizado o 25° Congresso da Umader - União de Mocidade das Assembleias de Deus no Estado do Rio de Janeiro em Teresopolis no Ginasio Pedro Jarrara , reunindo milhares de jovens de baixo do dedo de Deus. Neste mesmo local, em 1988, portanto a 22 anos, durante a realização do Jubileu de Prata, a voz forte de um pregador paulista ecoou na Serra dos Orgãos , proclamando que somente Jesus, salva, cura e Batiza com Espirito Santo. Esse evangelista, marcou substancialmente minha geração com mensagens biblicas e cristocêntricas, e depois que teve sua vida seifada na porta de sua casa, apos chegar do culto da Assembleia de Deus na Lapa - São Paulo, nunca mais se levantou um sucessor no estilo de João Batista. Valdir Nunes Bicego, era seu nome. Outro dia espanando alguns livros empoeirados em minha pequena biblioteca, encontrei o livro manual do evangelismo, escrito por Bicego e distribuido em grande escala durante a década da colheita. O esforço evangelistico na recuperação de viciados em drogas e criminosos, me concedeu inumeras condecoraçoes do legislativo paulistano. Valdir Bícego, durante muitos anos, foi lider de uma igreja com 77 congregações e 12 mil membros, porem mesmo atarefado encontrava tempo suficiente para pregar com autoridade e unção em diversos congressos, cruzadas e convenções da denominação, alem de ensinar teologias sistematicas e evangelismo pessoal na Escola Teologica Pastor Cicero Canuto de Lima em São Paulo. Valdir Bícego foi considerado durante algumas decadas, um dos maiores pregadores do seculo XX na Assembleia de Deus no Brasil. Se alguns dos nossos pretensos evangelistas da atualidade, tivessem conhecido o pastor Valdir Bícego e seguido seus conselhos ministeriais, certamente não haveria silêncio no pulpito pentecostal brasileiro. Não haveria heresias e modismos mundanos na igreja, que nasceu debaixo do fogo do Espirito Santo. Que Deus possa levantar novos Bicegos, para clamar no deserto em que foi trasformado alguns pulpitos pelo Brasil. Baruch Há Shem!

2 comentários:

Mírian disse...

Me lembro bem de seus conselhos, tenho muitas saudades dele, ñ tive outro pastor como ele; é muita saudade, pastor Valdir nunca vamos esquer do senhor, mesmo ñ estando mais entre nos, te amamos. Mais nunca me esqueço do o senhor me falaste uma vez, um abismo chama outro abismo, e foi certo, por isso procuro andar em retidão. Obrigado pelo amor para conosco; foi muito bom ser sua ovelha. Lá glória nos vveremos de novo.

Unknown disse...

Infelizmente foi ceifado muito cedo a lacuna deixada por este Servo de Deus, difícil ser preenchida, fui seu aluno e ouvinte, hoje como pastor tenho boas recordações deste homem de Deus, que deixou um rastro de coisas boas. Eliseo Silvério.