sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A Igreja dos Fariseus


Após o período pos-Reforma Protestante surgiram diversas denominações e comunidades cristãs, que fazem parte da construção do Reino de Deus na Terra, algumas delas com nomes de seus fundadores, outras com sua metodologia de trabalho que surgiram através de sonhos e revelações. Porem, quase todas com intuito de pregar as boas novas e servir de Casa de Oração para todos os povos. Dentre essas comunidades, já existia uma pré apostólica no qual Paulo aponta varias características marcantes, que a diferencia das demais. Na Igreja dos fariseus não existe alegria natural de servir a Deus e ao próximo, sem buscar recompensas e promoções eclesiásticas. Na Igreja dos Fariseus, o relacionamento de amor com Cristo, a busca do perdão e o arrependimento de pecados, foi substituído por regras e rituais legais, em outras palavras pelo legalismo. Na igreja dos fariseus, existe uma rigorosa descriminação entre santos e pecadores, puros e impuros ( Lucas 18.9-14). Onde os membros desta comunidade imaginam-se justos por não matarem, não roubarem, não adulterarem e por jejuarem e darem os dízimos. Na igreja dos fariseus, eles acreditam copiosamente que Deus não ama aqueles que não pertencem a sua denominação ou clube religioso. Portanto, eles mantém uma separação em relação a estas pessoas. A Igreja dos fariseus, eles estranharam grandemente a atitude de Jesus de comer com publicanos e pecadores ( Matheus 9.9-13), e por não exigir separação de pessoas por má reputação ( Lucas 7.36-39). Na igreja dos fariseus, seus lideres colocam sua confiança em uma raça, assim como Paulo disse: “Quanto ao povo de Israel, eu era da tribo de Benjamim. Como se tivessem sangue azul ou se a salvação fosse hereditária. Na igreja dos fariseus , já prevalecia uma parte da teologia da prosperidade, pois eles eram “rigorosos nos dízimos e ofertas, mais indiferentes ao mandamento a cerca do exercício da justiça e misericórdia” (Matheus 23.23-24). Na igreja dos fariseus, existe uma desenfreada busca de uma impecável reputação religiosa onde : “ tudo o que fazem é afim de serem visto pelos homens”(Matheus 23.5-6). Somente na igreja dos fariseus acontecem milagres que são transmitidos pela televisão ou publicados em revistas e jornais e o numero de endemoniados libertos entrou no livro dos recordes, na igreja dos fariseus sua confiança está em carros e cavalos. Esta no poder da religião, no poder político com a venda dos votos da congregação para políticos corruptos, no valor de títulos eclesiásticos fabricados pelo homem, corrompendo o verdadeiro evangelho de Cristo, nesta igreja, assim como Paulo dizem : “ eu sou um verdadeiro Hebreu”. ( Fillipense 3.5), onde até parece que Deus esta preocupado com sua denominação. Na Igreja dos fariseus, o homem é glorificado pela sua posição social, riquezas e gordas contas bancarias e o povo é oprimido com ordens e leis, que nem eles mesmo cumprem. ( Matheus 23.2-3). Na igreja dos fariseus, vale tudo para ganharem adeptos e admiradores com o “ deus do entretenimento” com campanhas intermináveis, com orações a 7 reais, com água da bica ungida e etc. Eis o juízo de Jesus contra quem pertence a essa “igreja” e pratica este tipo de espiritualidade, mais ai de vos escribas e fariseus hipócritas. (...) insensatos e cegos! (...) semelhante a sepulcros caiados, que por fora parecem formosos , mais por dentro estão cheios de ossos de mortos, e de toda imundícia. (...) serpentes venenosas, raça de víboras!” ( Matheus 23.13,19,23,27 e 33) . Se você, pertence a essa comunidade e sinceramente acha que vai conquistar o amor de Deus por estas praticas, você esta sendo enganado, pois somente recebemos o amor Dele

Um comentário:

izisalves disse...

Ótima mensagem pastor. Assim como eles oprimiam as pessoas no passado continuam fazendo hoje. E aqueles cristãos de mente fraca acreditam q eles tem o poder de Deus pelo "autoritarismo" que exerce no meio cristão. A nossa esperança é que realmente o Senhor "recompense" a cada pelos seus atos. A preocupação é no fato de "Quantas pessoas, quanta fé ainda serão destruídas por estes falsos e hipócritas?"